Todos se perguntam: Qual o Fundo do Poço?

Esta é a pergunta que vale ouro!

Efetivamente, não há bola de cristal para se dizer até onde o mercado pode ir, no caso presente, até onde ele pode despencar, porém é oportuno recordar os eventos passados para se ter uma idéia dos estragos feitos. Por isso abaixo relaciono as crises e seus impactos, a partir de 1986.


CRISE e o IMPACTO na cotação da Bolsa (em pontos), em US$.
1986
O fracasso do Plano Cruzado, do governo José Sarney, levou o Ibovespa a cair 90%, em 1986 e 1987. A recuperação veio nos dois anos seguintes, com alta de 200%
1990
O confisco de investimentos autorizado pelo governo Collor prejudicou o mercado por dois anos. Em 1993, porém, a alta foi de 110%
1994
A bolsa viveu um dos períodos mais longos de alta após o Plano Real. O único solavanco foi a crise do México, em 1995. Depois disso, a valorização foi de 220% até julho de 1997
1997
A crise da Ásia motivou a queda de 44% do Ibovespa no segundo semestre de 1997
1998
Com a crise da Rússia, o Ibovespa se desvalorizou 63%
1999
Após a desvalorização do real, o mercado operou em baixa por oito meses seguidos, perdendo 38%
2001
Uma combinação de três crises — o colapso da economia argentina, o apagão energético no Brasil e os atentados terroristas nos EUA — fez a bolsa cair 60% em oito meses. A recuperação veio em apenas três meses
2002
O temor de uma presidência do PT levou o Ibovespa a uma baixa de 65% entre janeiro e outubro. Em 2003, porém, a alta foi de 140%
2006
A alta dos juros nos Estados Unidos, comandada por Ben Bernanke, presidente do Fed, derrubou os preços das ações em 30%. A retomada foi rápida e, no ano, o Ibovespa subiu 46%
2007
Os problemas no mercado de hipotecas de alto risco nos Estados Unidos contaminaram a economia e fizeram o Ibovespa cair 28%. A recuperação, porém, foi rápida: o mercado voltou a subir em menos de um mês
2008
A piora da crise americana e a alta da inflação em diversos países tornaram a prejudicar a bolsa, que caiu 20% entre o fim de maio e o início de julho.

Qual a Grande Lição a se tirar disso tudo?
Bolsa é para quem tem claro que há ciclos de alta e de baixa, pior do que entrar no momento inoportuno é sair na hora errada!

BON$ INVE$TIMENTO$!

Comentários

Postagens mais visitadas